19 de fevereiro de 2010

3

RECICLAR É PRECISO - DICAS DE RECICLAGEM

Devido a correria diária e alguns, por hábito, deixamos de fazer coisas muito importantes na nossas vidas!
Tais atitudes, que hoje podem parecer sem importância, podem causar grandes prejuízos em nossas vidas no decorrer dos anos.
Aqui estamos falando da produção de lixo que produzimos. Se pararmos para analisar cada grão que jogamos fora, vamos nos dar conta de quanto poderiamos "poupar o nosso dinheiro e o nosso Planeta".
Uma experiência bem fácil e que nos mostra bem a quantidade de lixo que produzimos, é separarmos um saco plástico (preto, resistente, grande) e andarmos na companhia dele durante 2 dias. TUDO o que vamos descartar ou jogar fora, guardamos dentro desse saco, desde as sobras retiradas do apontador, até restos de comida, papéis de bala, saquinhos plásticos, potes de danone, TUDO messmo...e depois ver o quanto produzimos. Depois soma-se com os das outras pessoas da residência, cada um com um saco plástico e mais o produzido por todos na casa ( papéis higiênicos, latas, plásticos de produtos de limpeza, higiene e de alimentação)

A partit de então analise e veja o quanto de coisas inúteis jogamos fora, despejamos na natureza!

O que é reciclagem?


A reciclagem é um conjunto de técnicas para aproveitar e reutilizar os detritos, principalmente vidros, papéis, plásticos e metais. Consiste em pegar os materiais e desviá-los para coleta, separando e processando para virarem matéria-prima de novos produtos. Esse retorno da matéria-prima ao ciclo de produção é denominado reciclagem, embora o termo já seja utilizado popularmente para designar todo o conjunto de operações envolvidas.

Origem da palavra.

A palavra surgiu na década de 70, quando as preocupações ambientais passaram a ser tratadas com maior rigor, especialmente após o primeiro choque do petróleo. As indústrias recicladoras, também chamadas secundárias, processam matéria-prima de recuperação. Na maior parte dos processos, o produto reciclado é completamente diferente do produto inicial.
Conheça um pouco mais.

Entender a importância é o primeiro passo, mas saber praticar é um desafio maior. Ao contrário do que muitos imaginam, a relação custo/benefício de um projeto de reciclagem bem gerenciado pode apresentar resultados positivos

No caso de supermercados, a parceria com as comunidades tem apresentado resultados surpreendentes. Uma cadeia de supermercados, ao implantar máquinas para recebimento (coleta seletiva) e prensagem de embalagens pet e latinhas de alumínio, motiva os consumidores dando descontos em compras e estes se sentem cumprindo suas obrigações individuais com o desenvolvimento sustentável e promovendo sua responsabilidade social.

Também existem restaurantes que se organizam para separar os materiais recicláveis e destiná-los para a coleta seletiva. Além disso, aplicam maior rigor na fiscalização do desperdício de alimentos, seja na fase de preparo ou seja no consumo por seus clientes.

Outro aspecto importante da reciclagem, além da consciência ecológica, é o fator social. A coleta de material reciclável é, muitas vezes, a única fonte de renda dos catadores. De acordo com estudo feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), dos 8.000 moradores de rua do centro de São Paulo, mais de 3.000 vivem de recolher lixo reciclável.

O que é coleta seletiva?

É um sistema de recolhimento de materiais recicláveis, tais como papéis, plásticos, vidros, metais e orgânicos, previamente separados na fonte geradora. Estes materiais são vendidos às indústrias recicladoras ou aos sucateiros.

As quatro principais modalidades de coleta seletiva são: domiciliar, em postos de entrega voluntária, em postos de troca e por catadores.

A coleta seletiva domiciliar é parecida com o procedimento clássico de coleta de lixo. Porém, os veículos coletores percorrem as residências em dias e horários específicos, que não coincidam com a coleta normal.

A coleta em PEV (postos de entrega voluntária) ou em LEV (locais de entrega voluntária) utiliza normalmente pequenos depósitos colocados em pontos fixos, onde o cidadão deposita os recicláveis espontaneamente.

A coleta seletiva em postos de troca se baseia na troca do material entregue por algum bem ou benefício.

O sucesso da coleta seletiva está diretamente associado aos investimentos feitos para sensibilização e conscientização da população. Normalmente, quanto maior a participação voluntária em programas de coleta seletiva, menor é seu custo de administração.

Não se pode esquecer também a existência do mercado para os recicláveis. Nos últimos doze anos, o número de cidades brasileiras com coleta seletiva de lixo passou de 81 para 327. Este aumento pode ser explicado pela queda de 37% do custo dos programas de reciclagem de dejetos. Ainda assim, a proporção de municípios brasileiros com coleta seletiva é muito pequena, não ultrapassando 6% do total.

Em 1994, o custo da coleta (por toneladas) era de 240 dólares e, em 2006, o custo é de 151 dólares. Os números de 2006 mostram que, hoje, 327 prefeituras operam programas de coleta seletiva. Vale destacar que o Brasil possui 5.563 municípios (IBGE/2003) – ou seja, a coleta seletiva ocorre em menos de 6% das cidades do país. Como ela abrange muitos dos municípios mais populosos, cerca de 25 milhões de brasileiros têm acesso a esses programas e 43,5% deles mantém relação direta com cooperativas de catadores.

As regiões Sul e Sudeste continuam com melhor desempenho e juntas contabilizam 279 cidades com programas estruturados. O estado de São Paulo apresenta o maior número de iniciativas: 114 no total. Na seqüência, aparece Rio Grande do Sul (40), Paraná (39), Santa Catarina (33), Minas Gerais (28), Rio de Janeiro (17) e Espírito Santo (8). Santos (SP), Santo André (SP), Itabira (MG), Curitiba (PR) e Londrina (PR) são as localidades que têm 100% da população engajada.

Alimentos, como aproveitá-los por inteiro?

Antes, precisamos entender os dois tipos de lixo: orgânico e reciclável.

O lixo orgânico deve estar separado daquilo que é reciclável, mas podemos reaproveitá-lo.

Material orgânico: Tudo o que é resto de comida, de animais, de plantas e frutas é considerado lixo, propriamente dito. Ou seja, você deve acondicioná-los num único recipiente.

Material reciclável: É praticamente tudo o que é fabricado pelo homem: material plástico, latas de alumínio e ferro, garrafas de refrigerante de vidro e PET, caixas de papel e papelão, etc.

O desafio do aproveitamento total dos alimentos é promover a mudança de hábitos, o enfrentamento de tabus alimentares e mesmo o descaso. Quando adotado, logo mostra os resultados nutricionais e econômicos.


Estudos mostram que o homem necessita de uma alimentação sadia, rica em nutrientes, que pode ser alcançada com partes de alimentos que normalmente são desprezadas.

As perdas não ocorrem somente em plantações, transporte e armazenamento inadequado, mas também no preparo incorreto dos alimentos. Os principais alimentos ou produtos utilizados para complementar a dieta convencional são: pós (casca de ovo, semente de abóbora), farelos (trigo, arroz, milho), farinhas torradas, raízes e tubérculos.

Algumas atitudes praticadas pela maioria da população como, por exemplo, cozinhar os legumes sem a casca, podem retirar as barreiras naturais de proteção e causar a perda de elementos nutritivos. Excluindo a casca comestível de algumas frutas, perdemos muitas fibras importantíssimas para o bom funcionamento do intestino. Também não se deve cozinhar os legumes em água e depois jogá-la fora, já que todas as vitaminas hidrossolúveis (aquelas diluídas na água) se perdem.
A quantidade de lixo e outras coisas que deixamos diariamente não é brincadeira, por isso que o objetivo de reciclar é reaproveitarmos os materiais utilizados por nós. Os benefícios da reciclagem são muitos como: economia de energia, maior preservação dos recursos naturais, diminuição do lixo aterrado, diminuição dos impactos ambientais entre outros.

como podemos reciclar ajudando o meio ambiente e contribuir com toda sociedade.

•Separar o lixo de acordo com o material utilizado na sua confeção ou com sua composição (metal, papel, plástico, orgânico, radioativo, etc);
•Ao comprar um eletrodoméstico, prefira os novos e de qualidade (economizam energia);
•Regar as plantas no período da manhã ou no cair da noite.
•Evitar deixar torneiras abertas ou pingando;
•Economize no papel, utilize o outro lado do papel para anotações ou fazer rascunhos;
*Deixe as janelas com as cortinas bem abertas para que entre claridade (luz natural) evitando acender as lâmpadas;
•Reduza o uso do automóvel (carro), tenha uma vida mais saudável, se for sair para lugares próximos prefira a pé;

•Faça doações das roupas que não utiliza mais, normalmente bazares de caridade recebem e doam para quem precisam;

Estas são apenas algumas das dicas que vocês podem fazer e com isso ajudar a natureza e o meio ambiente. Agora imaginem se todo mundo pensasse da mesma maneira e cada um ajudasse mesmo que fosse só um pouco, com certeza teríamos um cenário diferente no Brasil, porém não vamos esperar que o dia de amanhã chegue, vamos começar hoje mesmo.

 
Existem páginas da Net com vários vídeos que podem ajudar as crianças a compreenderem melhor!


Abaixo, alguns links que abordam o assunto:
http://www.revistasustentabilidade.com.br/
http://www.portaldovoluntario.org.br/site/pagina.php?idconteudo=972
http://www.bonde.com.br/bonde.php?id_bonde=1-3--445-20070321
http://www.sacolasecologicas.adm.br/?gclid=CIHE1t2RgKACFQeF7QodnVQLlA
http://www.toddynho.com.br/?gclid=CLydmoGSgKACFWV75QodVj3xlw#reciclagem_dicas
http://planetasustentavel.abril.com.br/
http://www.curitiba.pr.gov.br/publico/noticia.aspx?codigo=17597
http://blog.marcelinosilva.jor.br/2009/01/bons-negocios-com-reciclagem.html


Bom trabalho!

3 comentários:

Professora Graciele disse...

Olá Querida Vivi! Estou passando para comunicar que o "Além do Giz" mudou de endereço. Espero vc lá. Bjos...

Joana Neves disse...

Olá amiga!
Muito obrigada pelo recadinho deixado cheio de carinho! Fiquei muito mais reconfortada ao saber que quando me sinto mais em baixo tenho uma palavara amiga de algúem que também percebe e vive de perto o que é ser professora!:)
Realmente é preciso gostar mesmo, adorar a nossa profissão para que se consiga enfrentar estes problemas e ver qual o melhor caminho...
Bem miga, acredite que as suas palavras já me ajudaram a alegrar mais o meu dia:)
OBRIGADA de todo CORAÇÃO!!
vc é uma grande amiga, mesmo que nunca nos tenhamos conhecido...

Falando agora em assuntos melhores,venho repassar uma declaração de amizadeque está logo nos 1ºs posts e oferecer o selinho "Este blog inspira-me" que está na salinha "presentes para si"!
Um grande beijinho e boa semaninha!
Com carinho, Joana Neves.
ღ\\(^_^)//ღ
http://joananeves.splinder.com

Joana Neves disse...

Olá amiga querida:)
Meu blog está em festa! Estou completando 6000 visitas e esta conquista se deve sobretudo
a vc e ao seu carinho deixado no meu bloguinho!=^.^=
Venho oferecer meu selinho de 6000mil visitas que vc pode encontrar
nos 1ºs posts do blog e também na minha salinha: Presentes para si!


Convido-a também a dar uma olhadinha à minha nova salinha: Materiais para PSP
(http://materialspsp.splinder.com) e se quiser pode receber as novidades em 1ª mão
do meu bloguinho, bastando subcscrever seu email, na aplicação da página inicila:)

Agradeço mais uma vez a sua presença, a sua amizade e o seu carinho!
Me deixam sempre muito Feliz:)

beijinhos, Joana Neves.
ღ\\(^_^)//ღ

http://joananeves.splinder.com

 
©2010 Rachel Por Templates Rachel Melo